Você pode participar da construção do novo templo da Igreja, orando e contribuindo! Clique aqui!!! 
ofertar 

Mês da Família - Devocional


As devocionais seguem logo mais abaixo!


Ler as devocionais no app IEVIDA

é muito mais gostoso!

Clique abaixo e instale:

 >>> Android <<<

>>> *iPhone <<<

 * Após abrir pelo link acima, adicione o app em sua tela inicial, conforme telas 1 e 2.


Tela 1

add iphone


Tela 2

add telainicial

WhatsApp Image 2019-05-01 at 6.55.10 PM

 


DEVOCIONAIS DA FAMÍLIA

14º de maio 2019

 Provérbios 14 - Homem sábio, mulher sabia.

A mulher sábia edifica a sua casa, mas a tola, com as próprias mãos a derruba.” Pv 14.1

 

Atualmente, percebe-se que as mulheres estão buscando cada vez mais estarem independentes dos homens, conquistando posições relevantes no mercado de trabalho, alcançando representação política, ingressando nas forças armadas - algumas posições, inclusive, que até poucos anos atrás eram ocupadas apenas por homens. A impressão que se tem é que há uma busca desenfreada por valorização. Não há dúvidas que as mulheres são capazes de grandes feitos e que são muito valorosas aos olhos de Deus e dos homens.

O homem e a mulher foram criados por Deus com papéis diferentes e isso não deve ser perdido de vista. O papel da mulher, conforme pode-se verificar em Genesis 2.18 e Efésios 5.22-24, é ser uma ajudadora e não deixar que o homem esteja solitário, correspondendo às suas necessidades as quais somente a mulher pode suprir.  Assim como o homem deve suprir as necessidades da sua mulher (Efésios 5.25-33), amando-a, assumindo o seu papel espiritual - sendo o sacerdote do lar, provendo os recursos materiais, entre outros. Um complementa o outro.

Entender quais são os seus papéis e assumi-los, tendo a consciência de que estes não devem ser transferidos, é um sinal de sabedoria. Dessa forma, e com a presença de Deus, a casa é edificada!

 

Para refletir:

 1. Que comportamentos você tem tido em sua casa que demonstram que você está assumindo os papéis que são de sua responsabilidade?

 2.  Qual é o ensino do capitulo 14 de Provérbios que você vai colocar em prática hoje?       

 

       Renato, Ana Paula e Paulo Renato Laeber.

       Foto 1 (816 x 612)

 



 

DEVOCIONAIS DA FAMÍLIA

13º de maio 2019

 Provérbios 13 - O filho sábio ouve o Pai

O filho sábio ouve a instrução do Pai, mas o escarnecedor não escuta a repreensão.” Pv 13.1

 

Não dar ouvidos aos conselhos e instruções do Pai demonstra falta de inteligência e leva a consequências, às vezes, irreparáveis que poderão nos acompanhar por toda a vida.

Quando refletimos sobre a desobediência de Adão e Eva à instrução de Deus, percebemos que não foi uma atitude sábia. O que eles fizeram ocasionou consequências muito sérias e que se estendem até os dias atuais na vida da humanidade: vergonha, distanciamento do Pai, contendas, morte, pobreza espiritual, etc.

Por outro lado, a Bíblia registra alguns casos de obediência e os benefícios dela, tais como sabedoria, intimidade com Deus, vida, honra, recompensas, entre outras. Abraão, por exemplo, ouviu e aceitou as instruções de Deus e se tornou pai de muitas nações.

 

Ouvir e considerar às instruções de Deus e os conselhos dos nossos pais, amigos mais experientes e líderes espirituais é um sinal de sabedoria. De igual forma, enquanto pais, instruir os nossos filhos no tempo certo é uma forma de demonstrar amor, mesmo que a princípio eles não consigam ver dessa forma. 

 

Para refletir:

 1. Que comportamentos você tem tido em sua casa que demonstram que tem sido ouvidos e aplicados os bons conselhos?

 2.  Qual é o ensino do capitulo 13 de Provérbios que você vai colocar em prática hoje?  

 

       Renato, Ana Paula e Paulo Renato Laeber.

       Foto 2 (816 x 612)

 

       

 



 

DEVOCIONAIS DA FAMÍLIA

12º de maio 2019

 Provérbios 12 - Vivendo de acordo com a minha realidade

É melhor ser uma pessoa comum e trabalhar para viver do que bancar o rico e passar fome.” Pv 12.1

 

Provavelmente essa seja uma das questões mais relevantes na atual sociedade que vive neste momento consumista. Cremos e vivemos pela fé, sonhando e lutando por coisas maiores e melhores, porém não usamos a fé para bancar nossos descontroles, má gestão ou cobiça.

Por mais obvio que seja este versículo de provérbios, vivemos dias onde o ter é mais importante do que o ser na atual sociedade e o pior temos percebido isto afetando até dentro da igreja, precisamos resgatar valores inegociáveis urgentemente quanto a visão de conquistas e administração pessoal.

Boa parte das pessoas tem convivido com este problema e com isso gerado no lar vários desgastes nos relacionamentos e até impactando diretamente sua qualidade de vida, pois apesar de que as pessoas parecem conviver muito bem com resultado imediatos, assim também acaba acontecendo com os resultados bons, logo passam, e quando passam o que sobra é o que de fato importa, em geral descobrimos que tanta correria e resultado imediatos sem pensar a médio e longo prazo é algo muito pior do que aprender a viver da forma certa.

Com isso, nada se compara com uma vida bem administrada, valendo ressaltar que isso vale para qualquer faixa salarial, aprender a viver com o que se ganha, vivendo a nossa realidade e não a dos outros essa é a melhor receita Bíblica o Cristão,  pois se vivemos uma proposta de vida que não é nossa, estamos cobiçando e se isso não bastasse amontamos com isso brasas acesas sobre nossas cabeças, pois mais dias menos dias o que realmente sou aparecerá, bancar uma vida que não condiz é o mesmo que viver de mascaras, melhor é o bom bocado do Senhor que prospera do que aparentar uma falsa prosperidade que desmoronara e no final a vergonha ou os dias ruins devorarão toda falsa riqueza, Deus prospera o pouco azeite, a pouca farrinha, mas não há prosperidade na falsa vida. Aos pés de Jesus é o melhor lugar para arrepender-se e começar já uma vida com a verdadeira prosperidade que Ele tem para todo aquele que nEle cre. Nada se compara há uma vida suprida e abençoada pelo Senhor! O pouco com Deus é muito!

 

Para refletir:

 1. Você está vivendo de acordo com sua realidade financeira no atual momento?

 2.  Qual é o ensino do capitulo 12 de Provérbios que você vai colocar em prática hoje?       

 

       Claudiomiro, Simone, Ismael e Amanda Caetano.

       Claudio3

 

 



 

DEVOCIONAIS DA FAMÍLIA

11º de maio 2019

 Provérbios 11 - O resultado da colheita

Quem age com bondade faz bem a si mesmo, e quem pratica a maldade acaba se prejudicando” Pv 11.17

 

“Quem age com bondade faz bem a si mesmo, e quem pratica a maldade acaba se prejudicando.”

Quantas vezes queremos achar o culpado por situações que vivemos e de alguma forma sempre projetamos em algo ou alguém o que estamos vivendo...

É certo que nem tudo que sofremos ou até recebemos de bom é fruto do que fazemos, há situações e alguns acontecimentos que simplesmente acontecem, ao menos ao nosso conhecimento, mas na quase totalidade quando fazemos uma exame profundo encontramos em tudo que estamos vivendo resultado de colheitas, pois de alguma forma plantamos isso e não poderíamos esperar algo diferente do que estamos recebendo.

Entender que aquilo que fazemos como no versículo acima é revertido principalmente a mim mesmo, certamente é além de elucidador, algo extremamente relevante para a vida, pois assim entender é saber que o bem que eu faço aos outros me faz muito bem, ajudar alguém é ajudar-me, tudo que promovo na vida dos outros diretamente sou impactado por isso, seja de bom ou mal, por isso fazemos o bem aos que precisam mas no final é nos que somos os primeiros a sentir algo inexplicável em nos mesmos.

Agir, ter atitudes de bondade nos renova, nos anima, nos aviva, nos alegra, nos abastasse, nos da mais vigor além de deixar em nós aquele sentimento de contentamento pelo que tenho, sim sou o primeiro beneficiado pelo bem que produzo desde sua geração no coração até sua execução na pratica, é muito bom fazer o bem, quantas vezes Deus nos franqueia está oportunidade e pela fé aceitamos e praticamos e por fim somos enriquecidos com está graça, assim também acontece com inúmeros para não dizer todos aqueles que estão vivendo algum prejuízo que na verdade é resultado de maldades que semeou, mas que em Cristo todos podemos viver, sendo bom e aos pés da cruz deixando nossas maldades e vivendo o novo de Deus para nós!

 

Para refletir:

 1. Já ajudou alguém que no final parece que você é mais beneficiado do que o ajudado?

 2.  Qual é o ensino do capitulo 11 de Provérbios que você vai colocar em prática hoje?       

 

       Claudiomiro, Simone, Ismael e Amanda Caetano.

 

       Claudio2

 



 

DEVOCIONAIS DA FAMÍLIA

10º de maio 2019

 Provérbios 10 - Com qualidade e moderação nossos lábios produzem bençãos no lar

Quanto mais você fala, mais perto está de pecar; se você é sábio, controle a sua língua.” Pv 10.19

Os homens direitos sabem dizer coisas agradáveis, porém os maus estão sempre ofendendo os outros.” Pv 10.32

 

Os versículos acima nos mostram quanto aos perigos e bênçãos que nossas palavras, nossos lábios podem produzir, evitando palavras em demasia ou até desagradáveis é com certeza a melhor e mais sabia atitude que podemos e devemos focar sempre.

Precisamos do guarda em nossa boca como diz o Salmo 141:3, pois além dos impactos que por vezes nos vemos enrolados por excesso de palavras ou até pela qualidade mal utilizada delas, ainda aumentamos o risco quando vemos que isso nos leva a pecar e sabemos onde o pecado leva, assim com ser bom ou mau que tem o mesmo fim, e através das nossas palavra podemos de forma mais equilibrada e sabia, com a ajuda do Espirito Santo, da temperança ser abençoado e com isso abençoar.

Dessa forma alguém que está preocupado em agradar a Deus em toda a sua forma de viver, certamente precisa fica muito atento a este que é um dos mais relevantes perigos e poderoso membro do nosso corpo a língua.

 

Usar meus lábios de forma moderada, ser mais assertivo e equilibrado, dizer coisas agradáveis, abençoar, evitar palavras que ferem e machucam, palavra que trazem maldição e não benção, ainda que sejam palavra que todos usem, nossas palavras precisam ser constritivas, incentivadoras, equilibradas, promovendo o Reino de Deus nos lugares mais inóspitos, mas quando enchemos nosso coração das coisas de Deus precisamos transbordar o que está fonte jorra de dentro de nós para a vida eterna. 

 

Para refletir:

 1. Falar demais ou usar expressões que desagradam a Deus é algo que preciso da ajuda do Espírito Santo para resolver imediatamente?

 2.  Qual é o ensino do capitulo 10 de Provérbios que você vai colocar em prática hoje?       

 

       Claudiomiro, Simone, Ismael e Amanda Caetano.

 

       Claudio1


 



 

DEVOCIONAIS DA FAMÍLIA

9º de maio 2019

 Provérbios 9 - O banquete da Sabedoria

O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo é prudência.” Pv 9.10

 

Nem todo inteligente é sábio, mas, todo sábio é inteligente. No geral, o inteligente que não tem sabedoria ele enxerga resultados imediatos, já o sábio percebe grandes negócios em longo prazo. Considerando esse conceito podemos afirmar que o crente “cristão” é sábio, pois, está investindo em longo prazo, e que prazo! – na eternidade.

Não é muito difícil entender que “O temor do Senhor é o principio da sabedoria”. Quando entendemos e respeitamos a soberania de Deus, certamente vamos obedecê-lo e a obediência é fundamental. Quem provê o alimento para o nosso sustento? Quem nos dá a veste? Tudo que temos vem do nosso Deus, e daí existem alguns versículos que complementam essa ideia: “... a alegria do Senhor é a nossa força” (Ne 8:10), se Ele está alegre comigo a minha refeição vai ser um banquete. A viúva disse que não tinha nada: só um pouco de farinha e uma botija de azeite, ela foi obediente e, portanto sábia, recebeu o que precisava. Outra porção da palavra diz: “agrada-te do Senhor e Ele satisfará o desejo do seu coração” (Sl 37:4). Precisamos do necessário para viver, mas, aqui entendemos que se nós fizermos o que agrada ao Senhor podemos pedir coisas que não são de primeira necessidade, já pensou nisso?

Por outro lado, quem despreza as coisas de Deus é tido como tolo. Não tem outra palavra para qualificá-lo, segue os prazeres da carne, e, portanto sem nenhum temor do Senhor, o pouco que eles têm é sabedoria humana que irá perecer sem a graça tão maravilhosa do nosso Deus.

 

Para refletir:

 1.  Se alguém lhe pedir uma prova de que você teme ao Senhor, qual será a sua resposta?

 2.  Qual é o ensino do capitulo 9 de Provérbios que você vai colocar em prática hoje?       

 

       Pr. Ary e Zenaide Barcelos

       Ary3

 



DEVOCIONAIS DA FAMÍLIA

8º de maio 2019

 Provérbios 8 - A eternidade da Sabedoria

Eu amo os que me amam; os que me procuram me acham.” Pv 8.17

 

Existem coisas que nos são oferecidas de forma explícitas e nos parece segredo, uma delas é a sabedoria. Parece com a “oração”, os cristãos sabem do seu efeito que é a forma de alcançar o coração de Deus, mas, mesmo assim poucos são os que dedicam tempo para orar. O livro de provérbios está recheado de sugestões para adquirirmos a Sabedoria. Além de todas as informações claras o livro de Tiago não deixa dúvidas: “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes impropera; e ser-lhe-á concedida.” Tg 1:5.

Não é difícil entender que a sabedoria é mais importante do que o ouro e a prata, ou qualquer coisa de alto valor, pois, ela dá capacidade para adquirir tudo quanto desejar, basta ver o que aconteceu com sábio Salomão.

Há certos atributos que parecem vir da essência de Deus, dois são notáveis: O Amor e a Sabedoria. Quando exercitamos o amor de Deus a graça que sentimos é tão grande que é como se estivéssemos exalando o perfume do Senhor. A despeito de não estar escrito na bíblia explicitamente, mas pelas evidências podemos afirmar que a “essência de Deus é o amor”. E quando Jesus resume os mandamentos aí então fica mais clara esta questão.

Já a Sabedoria neste capítulo fica claro que ela é como se fosse parte de Deus, pois, ela já existia antes da criação do mundo, é tremendo saber que algo está ao nosso alcance e triste ao mesmo tempo ver que muitas pessoas carecem de tê-la.

 

Para refletir:

 1.  Você já pediu a Deus sabedoria? Não? O que está esperando

 2.  Qual é o ensino do capitulo 8 de Provérbios que você vai colocar em prática hoje?       

 

       Pr. Ary e Zenaide Barcelos

       Ary2 (666 x 444)




DEVOCIONAIS DA FAMÍLIA

7º de maio 2019

 Provérbios 7 - Mais advertências contra a mulher adúltera

Filho meu, guarda as minhas palavras e conserva dentro de ti os meus mandamentos.” Pv 7.1

 

Por mais que tenhamos aprendido os conceitos da Palavra de Deus quando criança, ao chegar o momento da maturidade sexual corremos muito risco, principalmente o homem. Temos a influência genética, mas, o meio onde vivemos talvez seja o que mais nos influencia. Sempre na liderança de um jovem mais velho o adolescente é provocado em sua virilidade, instigado a começar a vida sexual antes da hora, e, pior fora do casamento.

Sabemos que o homem é estimulado principalmente pela visão, quando se trata de sexo. Por isso os meios de comunicação explora o máximo possível, com as mais diversas formas, tornando quase impossível um jovem não acessar uma página com apelos sexuais. É simples entender certas provocações: veja com a comida - mesmo após termos almoçado ao cheiro de um churrasco ou um bife acebolado extremamente cheiroso, parece nos abrir de novo o apetite, não é diferente na área sexual.

É necessário que a criança receba a educação correta no tempo certo, ainda assim, não é garantia de sucesso. O aprendizado precisa ser mantido em exercício continuo, com atividades que nos leva a refletir os riscos que o fracasso nos leva.

Creio que seja pensando na vulnerabilidade do jovem que o Senhor inspirou o salmista a escrever o salmo de número 1: “... antes devemos meditar na lei do senhor de dia e de noite”, ou seja, todos os nossos atos precisam estar sendo continuamente avaliados diante da Palavra de Deus. 

 

Para refletir:

 1.  O que você tem feito para não cair em tentação?

 2.  Qual é o ensino do capitulo 7 de Provérbios que você vai colocar em prática hoje?

       

       Pr. Ary e Zenaide Barcelos

       ary2 (723 x 631)

 


DEVOCIONAIS DA FAMÍLIA

6º de maio 2019

 Provérbios 6 - Gerando filhos trabalhadores

Observe a formiga, preguiçoso, reflita nos caminhos dela e seja sábio!”. Pv 6.6

 

Como pais, temos a responsabilidade de gerar em nossos filhos um senso de presteza e prontidão levando-os a participem nas tarefas da família. Desde o nascimento somos seus provedores. Nós os lavamos, alimentamos, vestimos e trocamos. Nós pais estamos tão acostumados a fazer tudo por eles que é difícil dar o próximo passo – Gerar senso de responsabilidade como um valioso membro da família. Aos dois anos de idade já é hora de começar a ensinar algumas tarefas simples para a maioria das crianças.

Por que ensinar suas crianças a fazerem tarefas?

• As tarefas ensinam seus filhos desde cedo que eles são um membro valioso da família.

• As crianças adoram copiar o que seus pais estão fazendo. Por que não ensinar-lhes tarefas apropriadas à idade?  Não podemos deixar que as mães façam o treinamento sozinhas. Veremos coisas em nossos filhos que as mães nunca perceberão. E vice versa.

• O mundo dos seus filhos pode ser tão grande quanto a sua casa, mas eles querem fazer a diferença. Eles querem ser importantes. Eles querem contribuir.

• Efésios 6: 1-2 ordena que as crianças obedeçam aos pais. Você já percebeu que as crianças não sabem como obedecer automaticamente aos pais? Isso é algo que deve ser aprendido. Ensinar seu filho a fazer algumas tarefas é uma excelente oportunidade para ensinar obediência.

• Tarefas ensinam autoestima.

• As tarefas mostram as crianças que todos na família têm um papel a desempenhar.

Ensinar seus filhos a fazerem tarefas em casa é muito trabalhoso. Muitas vezes, isso significa mais tempo do que o normal para concluir uma tarefa. Será preciso um encorajamento contínuo, pai ou mãe, para manter as crianças na direção certa. Mesmo quando as crianças não o fazem perfeitamente, tenha coragem - você está treinando-as para a vida toda. Você os está treinando para que olhem os outros como pessoas mais importantes do que eles mesmos. Vale a pena!

 

Para refletir:

 1.  Quais são as atividades que seus filhos poderiam estar desempenhando hoje? Porque não estão fazendo?

 2.  Qual é o ensino do capitulo 6 de Provérbios que você vai colocar em prática hoje?

 

   Pr. Fabiano, Claudinete e Rebeca Pereira

     Fabiano3

 


DEVOCIONAIS DA FAMÍLIA

5º de maio 2019

 Provérbios 5 - Mantendo acesa a chama do amor

Seja bendito o seu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade... Pelo seu amor sê atraído perpetuamente”. Pv 5.18 e 19c

 

O que acontece com o casamento com o passar dos anos? Porque os sentimentos e a prática do romantismo tendem a esfriar e em alguns casos acabar? Cadê aquele galanteador, aquela moça paciente do período do namoro e noivado? O romance é a pimenta no matrimônio, é fogo na fogueira. Algo a ser cultivado sempre.  Recuperar o romantismo pode salvar seu casamento.

Com o passar do tempo, os filhos chegam, problemas familiares surgem, a rotina nos engole e com estas coisas acontecendo, a tendência é desgastar a relação. Todo relacionamento humano precisa ser cultivado, alimentado e priorizado para que se mantenha forte e perdure. Caso contrário tal relacionamento estará fadado ao fracasso e terminará rapidamente deixando para trás um rastro de infelicidade, mágoas e ressentimentos.

Provérbios 5.19 nos passa uma imagem forte. Literalmente significa ser atraído por seu cônjuge. Este tipo de romance diferencia o casamento de uma simples amizade. Vocês são amigos, mas por outro lado, o relacionamento conjugal precisa ir muito além disso.

Deus criou o relacionamento conjugal para você sentir euforia ao lado do seu cônjuge, que é a pessoa mais íntima de todas que você possa imaginar. Não se contente com menos. Comece hoje mesmo a orar e tomar iniciativas concretas, independente se seu cônjuge está disposto ou não fazer o mesmo. Comece você e certamente vocês provarão coisas novas no relacionamento.

 

Para refletir:

 1.  O que você pode fazer na prática para resgatar o romantismo no seu casamento?

 2.  Qual é o ensino do capitulo 5 de Provérbios que você vai colocar em prática hoje?

 

   

Pr. Fabiano, Claudinete e Rebeca Pereira 

Fabiano2

 


 DEVOCIONAIS DA FAMÍLIA

4º de maio 2019

 Provérbios 4 - Transmitindo as verdades de Deus aos filhos

Ele ensinava-me e dizia-me: Retenha as minhas palavras o teu coração; guarda os meus mandamentos e vive”. Pv 4.4

 

Conforme nos orienta a Bíblia é de responsabilidade do pai o privilégio de transmitir a verdade de Deus aos filhos, como um sacerdote em seu lar. Os filhos precisam do pai como seu guia espiritual.

Pai, como você pode fazer isto na prática? Não necessariamente precisa esperar por aquele culto doméstico agendado semanalmente, não. Você deve tirar proveito das oportunidades diárias para preparar espiritualmente seus filhos. Primeiro temos que ter claramente em nossa mente que esta responsabilidade é nossa. Segundo, tenha de forma clara em sua mente o que você deseja ensinar a eles. Bom, Além dos deveres diários como, arrumar a própria cama, levar o lixo para fora, organização das coisa pessoais, ajudar nas tarefas de casa, responsabilidades com deveres escolares dentre outras, os pais devem introduzir e encucar os ensinos espirituais como, “ser fiel nas pequenas coisas”, “torna-se uma pessoa de caráter”, “a importância de ter um espirito manso e quieto”, “o valor da oração”, “o zelo pela igreja”, “honra aos pais”...

Sugiro que você faça uma lista de todos os pontos que julga necessário ensinar a seus filhos e carregue consigo e, mesmo sendo eles já adultos, não perca as oportunidades de sempre voltar a alguns destes pontos relacionados. Sempre haverá lições importantes a transmitir aos nossos filhos, mesmo já adultos.

Deus criou a família para ser um jardim espiritual. Ela é o lugar mais importante em que a fé é plantada, e a esperança, alimentada. Este jardim deve sobreviver às ervas daninhas de gerações passadas, às secas do momento e aos ataques do futuro inimigo à nossa alma.  A família que está comprometida com Jesus Cristo e aceita os conhecimentos e mandamentos do Senhor na vida diária, permanece forte e desfruta de recompensas maravilhosas, tanto agora como nas gerações vindouras.

 

Para refletir:

 1.  Os seus filhos têm visto em você atitudes que revelam a Deus?

 2.  Qual é o ensino do capitulo 4 de Provérbios que você vai colocar em prática hoje?

 

  

Pr. Fabiano, Claudinete e Rebeca Pereira 

 Casal2



 

DEVOCIONAIS DA FAMÍLIA

3º de maio 2019

 Provérbios 3 - Uma família abençoada

“A Maldição do Senhor permanece sobre a casa do ímpio, mas ele abençoa o lar dos justos”. 3:33

 

Para ser achado pela maldição, pela falta de proteção e cuidado do Eterno basta ignorar o Senhor, os seus ensinos e os seus caminhos. Muitos querem as bênçãos de Deus, mas não querem compromisso com o Deus da benção. Viver sem Deus é buscar o caminho da impiedade, da ruína e de toda sorte de males para a vida pessoal e familiar. Muitas famílias estão arruinadas nesse momento por causa de uma vida sem princípios bíblicos.

Por outro lado, o livro de Provérbios está repleto de ensinos práticos para vivermos debaixo da benção do Senhor e termos nosso lar, nossa família, nosso casamento sob os olhos abençoadores do Pai.

 

Neste capitulo em pauta aprendemos que precisamos guardar (escrever) a Palavra no coração, praticar os ensinos, obedecer aos mandamentos, deixarmos ser confrontados pelo espelho da verdade divina e aceitarmos a correção e a disciplina pois ela é a manifestação do amor de Deus.

 

Portanto, precisamos agir como sábios e não como loucos ou pessoas impiedosas que não se preocupam em andar nos caminhos do Senhor. Neste mês o Senhor quer marcar nossas famílias com sua benção através de um entendimento claro de que a boa mão do Eterno só entrará no lar, na família, na casa que estiver buscando, aprendendo e praticando os ensinos sábios deste livro santo. Abra o seu coração, aprofunde a sua reflexão e aproprie-se das promessas que o Senhor tem para as pessoas espiritualmente justas e corretas.

 

Para refletir:

1.      1) Você tem a algum versículo sobre obediência escrito no seu coração ou memorizado? Se não tiver, escolha um deste capítulo e leve toda a sua casa a memoriza-lo.

 2) Qual o ensino deste capitulo 3 que mais o desafia e você deseja praticar a partir de hoje.

  

Pr. Valteci e Nininha Moreira 

Valteci nininha_3

 



 

DEVOCIONAIS DA FAMÍLIA

2º de maio 2019

 Provérbios 2 - O segredo do sucesso

“Meu filho, preste atenção às minhas palavras e guarde meus mandamentos como um tesouro”. Pv. 2:1

 

Hoje o que nós mais temos nos livros e na internet são as mais diversificadas receitas para o sucesso. 7 passos para a vitória; 10 segredos para uma vida bem-sucedida, ...

Entretanto, por mais que estas ferramentas nos ajudem elas jamais nos levarão ao sucesso genuíno que é ser bem-sucedido do ponto de vista de Deus e não dos homens. Ser bem-sucedido para os homens é ser rico, influente, famoso... Ser bem-sucedido para os servos de Deus é ser conduzido pelo Senhor em tudo o que faz, em tudo o que coloca as suas mãos.

Provérbios 2 é muito rico e nos informa que devemos procurar o conhecimento de Deus e a sabedoria do céu como a prata, mas antes de tudo ele nos convida a prestarmos atenção à Palavra de Deus e guardar os mandamentos como se fossem um tesouro.

Sim, a Palavra de Deus é a maior riqueza que temos em nossas mãos, pois quando a temos como a nossa regra de fé, de prática, de valores e de princípios para a nossa vida em geral e principalmente para a nossa família tudo pode melhorar e mudar continuamente em casa.

Se você quer ver seu lar em paz e as suas gerações comendo o melhor desta terra então tenha a Palavra de Deus aberta, lida, estudada e temida em sua casa. E lute juntos para que todos possam praticar esta Palavra diariamente.

 

Para refletir:

1.      1) Qual foi a última vez que você ouvir Deus falando claramente ao seu coração pela Palavra?

2.      2) Qual é o ensino do capitulo 2 de Provérbios que você vai colocar em prática hoje?

 

Pr. Valteci e Nininha Moreira 

Valteci Nininha_2

 



 

 

DEVOCIONAIS DA FAMÍLIA

1º de maio 2019

 Provérbios 1 - O Temor do Senhor

“O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, mas os tolos desprezam a sabedoria e o conhecimento.” PV. 1:7

 

De volta com a leitura de provérbios, lendo um capitulo por dia e, agora também utilizando uma devocional todos os dias.

E o nosso versículo de referência é sobre o temor do Senhor. Temer não é ter medo de Deus, pois se o fosse o texto não diria que ele é o início, o começo, o princípio da sabedoria. Podemos definir temor a Deus como honrar, respeitar, reverenciar o Senhor. É ter um respeito e uma admiração tão grande que não se deseja desagradá-lo em nada e quando acontece, sente-se muita tristeza.

Nesta perspectiva podemos entender como um certo receio de ofender a santidade de Deus. Portanto, uma pessoa que teme a Deus é uma pessoa que busca, de toda forma, andar em obediência à palavra, à voz e as orientações do Senhor.

Uma pessoa que teme ao Senhor traz para a sua vida e para sua família revelações diárias de como agir com sabedoria, discernimento nas mais diversas situações do relacionamento familiar. Estou certo de que você deseja que sua casa, seus relacionamentos sejam saudáveis e a paz de Deus reine em seu lar. Então neste mês busque a sabedoria do alto e aplique-a todos os dias em sua vida, invista em sua família e sinta Deus tocando o seu coração e lhe ensinando a melhor forma de viver em vitória em seu lar.


Para refletir:

1.     1) Que comportamentos você tem tido em sua casa que revelam falta de sabedoria?

2.     2) Qual ensino do capitulo 1 que você e sua família vão colocar em prática neste dia?

 

      Pr. Valteci e Nininha Moreira

valteci nininha_11